Sua dieta saudável pode não ser tão saudável assim

Você sabia que a sua dieta saudável pode não ser tão saudável assim? Alguns dos alimentos considerados saudáveis, podem afetar nossa saúde, portanto, devemos sempre estar de olhos nos rótulos, letras pequenas e informações sobre a composição dos mesmos, entre outras dicas que daremos neste artigo.

Como saber se a sua dieta é realmente saudável

 Fique atento aos rótulos

Com a propaganda que está em toda parte, às vezes, nos convencemos em incluir tal alimento na dieta por parecer “saudável”, no entanto, estes podem conter muito corante, conservantes, estabilizantes e aditivos químicos.

É importante ler os rótulos antes de adquirir os produtos, verificando os ingredientes, quantidade destes na ordem do maior para o menor, localizado no verso das embalagens.

Um exemplo de alimento que parece não fazer mal é o peito de peru, que é um embutido ultraprocessado. O ideal é substituir esse alimento por um patê de frango, queijo magro e outros.  

A barra de cereal também é um alimento nada saudável, pois tem açúcar em sua fabricação, o qual pode aparecer como xarope no rótulo.

Vida útil de alimentos

Houve uma inversão de conceito que nos fazem acreditar que alimentos saudáveis e preparados na hora como arroz e feijão são vilões. Comida congelada, cápsulas, pó,  restrição severa não é o ideal.

É preciso optar por alimentos naturais e frescos, deixar de lado os congelados.

Leia as letrinhas menores

Ultraprocessado ou não, é importante ler as letras pequenas, pois produtos com esse tipo de fonte pode conter edulcorante, estabilizante, aromatizante, gordura hidrogenada, alto teor de sódio e açúcar.

Alimentos considerados saudáveis

De acordo com nutricionistas e grupos especialistas como médicos do Mater Dei, uma alimentação saudável necessita de equilíbrio. Confira a seguir os alimentos considerados como saudáveis:

Legumes, frutas, cereal e verdura

Esses alimentos possuem nutrientes essenciais como os carboidratos, minerais e as fibras. Os carboidratos são responsáveis por compor entre 60% e 65% da energia que necessitamos em nosso organismo.

Peixe, carne vermelha e frango

As fontes de proteínas devem atingir entre 15% e 20% as necessidades do nosso organismo para ter energia. Esses nutrientes constituem os músculos, os quais são essenciais para sustentar e mobilizar o corpo, além disso, as proteínas fornecem substratos para as nossas células de defesa.

Laticínios

Estes fornecem cálcio para os nossos ossos.

Gorduras boas

As gorduras boas são essenciais para diversas funções no organismo, em geral são encontradas em azeite, peixes, carnes, abacate, amendoim, nozes, etc.

Tubérculos

Mandioca e batata doce, por exemplo, são exemplos de fontes de carboidratos mais saudáveis e essenciais em uma dieta.

Grãos

Não abomine o arroz e feijão, apenas consumam-os com equilíbrio, eles são fontes de diversos nutrientes essenciais para o nosso organismo. Eles não devem ser deixados de lado.

O problema das divulgações na mídia é que há inversão de valores, não significa que não possamos comer muitos alimentos, mas que é preciso ter um equilíbrio seguindo a pirâmide alimentar. Os alimentos industrializados são onde está o maior risco para nossa saúde, portanto, fique atento.



Os comentários estão desativados.